Marcio Trindade

Julho de 2009

Monitorando atributos com Rails

A partir do rails 2.1 ganhamos alguns métodos para monitorar as alterações dos atributos. Com isso você passa a ter um grande ganho de performance para efetuar updates em seus projetos, por que o Rails passa a fazer update somente dos atributos que foram modificados. Vamos ver como isso acontece.

Para os exemplos abaixo vamos supor que eu tenha um model User com os atributos name e email


Criando uma aplicação com Cake on Rails

No artigo Cake on Rails eu expliquei algumas das alterações que eu fiz no cakePHP em relação a versão original e no artigo Aplicação base part 1 expliquei como criar (fazer o setup de) uma aplicação utilizando o base que é uma estrutura pré-montada sobre o cakePHP que já possui uma separação do site e da administração, um sistema de usuários com login e uma sistema para criar páginas informacionais.

Desta vez resolvi gravar um video onde mostro o passo a passo do tutorial acima citado, com as atualizações.


Remover commits antigos

Você por algum descuido acabou adicionando o que não devia no seu repositório e quando percebeu já haviam outras alterações depois da sua. Então vem a dúvida e agora como faço pra retirar um commit antigo e manter as demais alterações feitas. Aprendi uma forma de fazer isso utilizando o git rebase --onto <rev> <rev> e achei melhor compartilhar com todos. Vamos a um exemplo prático, observe o log abaixo:


Traduzindo o gitredy.com

Nos últimos dias fiquem sem escrever novos artigos por que estou junto com a comunidade rails-br participando da tradução do http://gitready.com que possui ótimos artigos sobre GIT. Caso você tenha interesse em participar desta tradução veja as instruções na página do projeto que está no github Caso tenha alguma dúvida pode me enviar aqui mesmo como comentários que farei o possível para lhe auxiliar.

Veja a versão em português que está em constantes atualizações.


Melhorar a velocidade da sua Aplicação

Hoje vou traduzir um artigo do Erik Andrejko falando sobre como melhorar a velocidade da sua aplicação Rails.

Leia o original aqui

Seus usuários ficam felizes quando não notam a velocidade que a sua aplicação responde. Se eles notarem esta velocidade é porque provavelmente está muito lenta. Muitas melhorias acontecem fora da sua aplpicação Rails.


Configurando o GIT

Para quem não conhece o GIT (Git - Fast Version Control System) é um ótimo sistema de controle de versão. Algumas pessoas não estão muito acostumadas a trabalhar com ele e procuram soluções gráficas, mas a melhor opção é sem dúvida o bom e velho terminal. Por ser um pouco complicado no início, mas muito simples depois que se acostuma, eu vou passar algumas dicas de como configura-lo tornando assim mais fácil ainda.

A configuração geral do GIT fica dentro do arquivo .gitconfig no diretório home do seu usuário. Existem duas maneiras de alterar estas configurações ou editando este arquivo, porém mantendo o padrão para cada configuração (o que não é muito simples) ou utilizando comando do próprio GIT que fazem estas alterações por você. Este comando é o "git config" que recomendo sempre utilizar o argumento opcional --global a fim de manter a mesma configuração para todos os seus projetos.